As polêmicas da franquia Grand Theft Auto

Se os gamemaníacos pudessem trocar o nome do mês de Setembro, com toda certeza esse nome seria Grand Theft Auto V“.  Todos os sites do segmentos, aficionados e curiosos estavam com os olhos voltados para o novo título da franquia que saí – oficialmente – no dia 19 no Brasil. Para a Rockstar – desenvolvedora do game –  esse mês foi algo também muito intenso, já que o jogo acabou vazando ilegalmente dias antes do lançamento, o que acabou garantindo mais atenção e também uma certa preocupação para a empresa, porém, se tratando de GTA o ditado de “Falem mal, mas falem de mim” sempre agregou coisas boas.

Confira nessa matéria algumas curiosidades sobre a história – muito polêmica – de Grand Theft Auto.

Conheçam Race’n’Chase!

Race'n'Chase
Race’n’Chase

O concept original de Grand Theft Auto era totalmente outro quando o projeto começou a ser desenvolvido, até o nome era diferente, se chamava “Race’n’Chase” e tinha uma proposta de você ser um policial que deveria combater o crime. Só que a ideia já era muito comum mesmo dezesseis anos atrás, então, Sam Houser – desenvolvedor da Rockstar – decidiu abortar esse plano e transformar o protagonista numa “vítima do sistema” e partir para uma premissa muito menos linear do que um policial que combatia o crime.

Sam Houser
Sam Houser

Algumas fontes dizem que a ideia de Sam partiu de um bug do jogo, já que no concept original existia, além da oportunidade ser um policial, também ser um bandido, porém, assim que você escolhia ser o bandido imediatamente todos os carros da polícia começariam a ir atrás de você.

Jesus Saves – A crítica de GTA 2 para a igreja!

Jesus Saves!
Jesus Saves!

Em Grand Theft Auto 2 o protagonista salva o progresso numa igreja chamada “Jesus Saves”  e lá você terá de pagar $50.000 dólares no jogo para manter o seu progresso salvo. Acho que não é preciso comentar mais nada, não é?

O café extremamente quente de San Andreas

Hot Coffe
Hot Coffe

Talvez o episódio mais polêmico durante esses dezesseis anos de história. Com toda certeza o episódio de “Hot Coffe” foi algo muito comentando e que também desencadeou uma série de ações contra a desenvolvedora. A história começa quando um hacker descobre dentro das linhas de programação do jogo um mini game que estava desabilitado e o que seu conteúdo era um joguinho onde o protagonista, CJ, poderia fazer sexo com sua parceira.

Lembrando que  em GTA: San Andreas você pode ter uma namorada e até ter relações mais íntimas com ela, porém, nada é mostrado, apenas insinuando que o ato esteja ocorrendo.

A empresa na época tentou dizer que houve uma modificação dos próprios hackers no jogo e que eles que inseriram aquele conteúdo escondido, mas dias depois a história foi desmentida e mostrado que o minigame escondido havia sido inserido pela própria equipe, A consequência disso foi uma classificação etária maior para o jogo, a retirada das prateleiras de lojas como o Walmart, Best Buy e também do próprio site de vendas online Ebay e também o ódio mortal de muitos pais para a franquia.

Gouranga!

Bônus "Gouranga"
Bônus “Gouranga”

Novamente as religiões viram motivo de piada em Grand Theft Auto, no primeiro título se você matasse rapidamente uma sequência de Hare Krishnas ganharia um bônus e apareceria a palavra “Gouranga” na tela. Para os Hare Krishnas esse termo significa algo como “ser feliz”.

 Infinitas indenizações

Jack Thompson
Jack Thompson

Mesmo agradando a crítica e tendo uma legião de fãs, as pessoas que odeiam a franquia também fizeram parte de brigas – e lucros – históricos para a Rockstar. De acordo com algumas fontes o valor pago em indenizações para pessoas, instituições e afins já passou de U$1 bilhão de dólares.

O senhor da foto acima é uma das caras mais conhecidas que luta contra o sucesso de GTA, Jack Thompson, já tentou arrancar – de uma vez só – $246 milhões de dólares, porém, mesmo com inúmeras tentativas a empresa sempre venceu todas as as ações. Ao menos contra o Sr. Thompson.

Os problemas com o Onze de Setembro

Capa original de GTA III
Capa original de GTA III

Grand Theft Auto III foi o grande salto da franquia para o mundo 3D e também para que se firmasse como um clássico do gênero “sandbox”, porém, na época do lançamento algumas mudanças de última hora tiveram de ser feitas por causa do incidente das torres gêmeas no 11 de Setembro de 2001.

A trama do jogo se passa numa New York fictícia e perceba que na capa original havia algumas torres, explosões e afins que, caso fossem mantidas, a Rockstar poderia ter comprado uma briga muito grande, então, foi mudada para esse novo padrão da imagem abaixo que, coincidentemente, continuaria para todos os outros jogos.

Capa corrigida após o 11 de Setembro
Capa corrigida após o 11 de Setembro

A lenda do Pé-grande

Existe ou não? Não!
Existe ou não? Não!

O GTA: San Andreas foi, com toda certeza, o rei absoluto de modificações feitas por usuários. Na internet você vai encontrar muitas e muitas versões, desde versões feitas para o filme BOPE – Tropa de Elite, Iron man, Sonic e infindas outras, porém, existia um mito que começou a espalhar pela internet e que foi um dos mais famosos em GTA SA, que é o mito do “Pé Grande”.

O mito  foi fortemente estabelecido porque numa foto de uma floresta que existe no jogo, bem num canto você verá um ser não identificado e que lembro o “Pé grande“. Se você fizer uma busca rápida no Youtube com o termo “Bigfoot GTA” achará infinitas opções de gente mostrando como matar o lendário monstro, de como você encontrar ele, só que na verdade tudo isso é apenas algo feito por algum fã e que acabou contagiando a internet devido a foto que dava mais crédito a lenda.

Grand Theft Auto V já saiu da pré-venda!

GTA 5 detona blog
Clique aqui e compre o seu!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.